segunda-feira, junho 18, 2007

 

O MAD afinal tambem e gajo...

Tou com uma neura que nem posso. Bem, para falar verdade verdadinha, hoje ate ja estou um bocadinho melhor. Ja consigo mostrar os dentes, num breve sorriso amarelo. PRECISO DE ESCREVER ESTA HISTORIA, para ver qual e o sentido disto tudo.

Sabado, final da tarde. Vamos a uma festa de anos de um amigo do MAD, um churrasco.
Nos fomos de carro com a Bonifacia Pe-de-Vento e a Lili Pelo-Branco,duas grandes amigas nossas. Cinquentonas, um bocado doidas.

Este pequeno filme passa-se num lindo quintal, com tudo verdinho, muito bonito, com mais ou menos 30 pessoas. A maior parte das pessoas, nos nao conheciamos.
Nos fomos dos primeiros a chegar a festa, por volta das 4 da tarde. Sentamos ca fora, na conversa da treta, a beber umas cervejas. Bonifacia, depois de 3 cervejas tinha uma piela jeitosa (parece que teve uma crise de reumatico e tomou uns relaxantes musculares antes de sair de casa, que misturados com alcool foram explosivos).

Ai por essas 5 da tarde, surge uma rapariga com uma t-shirt de bombeira, e comeca a falar com o MAD e outro amigo nosso. Mas eu, rata velha, topeia-a logo todo delicodoce com o anormal do meu esposo. E ria-se, e ai que ser bombeira e tao fascinante, e ai que eu sou tao corajosa....
Desapareceu passado 15 minutos, e eu nem disse nada ao MAD, pensei:
"La estas tu feita ciumenta....ta mas e sossegadita, enjoy the party"

A festa continua. Musica boa, comida melhor. Companhia excelente.

La pelas 9 da noite, a Bonifacia (ai ja bem para la de Bagdad) desaparece. Chiqui vai em busca da amiga. Porta de um dos quartos da casa abre-se, umas 5 pessoas la dentro. Oico a Boni a gritar pelo meu nome.
Estava agarrada a um grande cachimbo, a fumar erva. Chiqui consegue arrasta-la de la a muito custo (mas nao sem antes moi meme, lhe dar umas boas bafuradas...).

Chegamos as duas la fora, e depois de uma luta de 2 minutos para conseguir sentar a Boni, sento-me eu e um milesimo de segundo depois chega a bombeira outra vez. Diz a querida:
"Este rapaz esta a incomodar-vos? ah,ah", sendo este rapaz o MAD.
Senta-se. Comeca a fazer-se ao MAD de uma maneira escandalosa. MAD apresenta os amigos na mesa, e quando chega a minha vez diz: "e esta e a chiqui". Assim. Come se chiqui fosse sinonimo de Maria-cachucha e nao a mulher dele.

A gaja comeca numa conversa... olha conversa de merda, de engate. MAD olhava para mim com aquela cara de parvo que so os homens sabem ter quando tem uma gaja a fazer-se a ele:
"eu nao tenho a culpa... de ser tao irresistivel...."
MAD finalmente mete na conversa, assim como quem nao quer a coisa, que nos os dois somos casados. A PUTA DA BOMBEIRA PENSOU QUE ELE ESTAVA NO GOZO. E continua a morder o meu marido a minha frente que nem gente grande.

Nesta altura a nossa mesa parecia saida de um FILME MAU, MUITO MAU.
Boni gritava para a bombeira:
"Tas-te a passar? A engatares o MAD com a mulher dele a tua frente.Sua cabra.Sua ..." (chiqui teve que acalma-la porque ja estava toda a gente a olhar para nos)
A bombeira ria-se porque pensava que estavamos no gozo.
A LILI olhava para mim e dizia-me "calma"
Eu so pensava "bendita a hora que dei umas baforadas valentes naquele cachimbo, senao havia aqui galinhagem da grossa"
O MAD mostra , FINALMENTE, a mao com a alianca, e diz-lhe:
"Nos somos mesmo casados. Nao estamos no gozo"

A bombeira cai em si. Fica de todas as cores e diz: "Estou tao envergonhada"
Ao que a chiqui finalmente diz a gaja, sempre com um sorriso nos labios:
"Nao vale a pena ficares envergonhada!! Porque e que nao te levantas e vais procurar alguem solteiro para levares contigo para casa?"
Aqui a Boni comeca a rir e gritar ao mesmo tempo. "Assim e que e chiqui. Tu diz-lhe. Tu faz-lhe..."
Era altura de irmos embora. Levamos a Boni quase em bracos ate ao carro.
MAD ENTRA NO CARRO E DIZ:

"ANTES QUE DIGAM QUALQUER COISA... NOS ANDAMOS UM COM O OUTRO"

Brigamos o resto do fim-de-semana. Tou com uma neura que nem posso.
Ele acha que eu tou a ter uma crise de ciumes gigante, e que nao tenho nada que estar assim zangada com ele.
Mas o que me magoa mais foi o facto de ele nao me ter dito quem ela era, logo depois de ela ter aparecido. Deixou-me sem armas para me defender. Porque eu pensava que era so uma tipa qualquer a fazer-se a ele. Mas alguem do passado...

Aquilo que eu vos quero perguntar e:
"tou certa?"
"tou a ser exagerada"

"OU ESTOU ABSOLUTAMENTE CERTA!!"

Etiquetas: , ,


Comments:
Estás Certissima!!!
olá gosto muito do teu blog e ri muito com este post, penso que ele não fez por mal e o melhor é passar à frente e daqui a uns meses quando ele tiver esquecido fazê-lo passar por uma situação identica para eles verem como é.
Quando nos têem como garantidas tamos feitas!
 
Chiqui,
Não quero ser do contra, mas precisava de ler a outra versão... se aquilo que contas foi tal e qual o que aconteceu, parece-me que estarás certa, mas tenho algumas duvidas que tenha acontecido mesmo assim como dizes. Nunca somos imparciais a descrever acontecimentos que mexem connosco. Fala a experiencia...
Bjs
 
fofa, nao faco ideia. E se ha coisa que aprendi, e' a nao dar opiniao quando nao estou "por dentro".

Um beijinho e as melhoras.
 
Olá querida chiqui.
Mesmo não estando bem dentro da situação, as tuas descrições são do mais realista que tenho lido. Escreves que nem ginjas!
Sinceramente e digo-te meio por experiência própria, quando um gajo é bajulado e alvo de engate assim, o ego vai lá para cima e atrapalha os pensamentos. Depois da bombeira aparecer e começar o ataque fica complicado explicar à cara-metade quem ela era. O receio de chatisses abafa qualquer vontade de ser sincero naquele momento. Depois é como uma bola de neve.
Resumindo...Não baixes a guarda e mostra-lhe que agiu mal mas tenta não armar um pé-de-vento por aí alem porque pela tua descrição o mal dele foi por omissão. Já passei por uma situação do género e no meu caso fiquei numa atrapalhação tal que acredita que nem dizia nada. Só queria que a situação acabasse. Mas olho vivo minha amiga que os homens não são de fiar (se bem que as mulheres...).

Bendita ervinha que faz tão bem!!!

beijinhos chiqui
 
Chiqui, gajo que é gajo, quando está a ser engatado, parece que esquece tudo ao seu redor... mas nada significa, penso eu de que!

Beijinhos grandes sem stress
 
A cena deve ter sido demais! A descrição está tipo filme Steve Martin!
Fora de brincadeiras, acho que ele te deveria ter apresentado as his wife, ali e em todo o lado, sempre.
 
Anonimo/a
obrigada pela tua visita. essa da vinganca...vou pensar nisso :)

Tuxa,
tens sempre palavras certas, para as ocasioes certas. Se perguntares ao MAD, ele vai dizer-te que nao se passou bem assim. aquilo que eu contei foi a minha percepcao daquele carnaval...

Aemina darling,
thanks... you're wise, girl!!

Rodas,
Eu sei que provavelmente fui um bocadinho "drama-queen", e fiz um grande estardalhaco.
Aquilo que descreves foi exactamente o que aconteceu, na minha opiniao, apesar dele dizer que nao ficou nada convencido... ta bem, ta!!
OLHO ABERTO, SEMPRE

PUPUCE,
gajos pa...
can't live with them, can't live without them

Cool,
Sabes que isso me lixou ainda mais, porque ha imensos amigos dele que eu so conheci (continuo a conhecer) ja depois de nos termos casado. e ele apresenta-me sempre as his wife.
Ele J-U-R-A que me apresentou assim, mas e impossivel, senao este circo todo nao tinha acontecido.
Sabes que assim a distancia,a historia comeca lentamente a ter a sua graca... psiuuu....

A todos um beijo grande, penso que faz sempre bem ter diferentes perspectivas de eventos desta natureza...e outros que tais ;)
 
Mas espera aí:

Se eu percebi bem a gaja é conhecida de longa data do MAD?

Se era, já sabia que tu eras a wife ou não? Se já sabia foi uma grande p...

O MAD ao te ter apresentado como Chiqui tu rematavas logo:

My name is Chi, Chiqui, MAD's wife. Nice to meet u!

Faz lá um sorriso lindo!!!!
 
Não me querendo meter nos teus assuntos pessoais, devo-te dizer o seguinte:
-se calhar se ele é que estivesse cá a situação poderia ter sido ao contrário, ou não?!

beijos
 
GIRI
They used to date!!
Acho que eles ja nao se viam a uns anos, e por isso ela nem sequer sabia da minha existencia.
Ainda nao consegui perceber porque e que ela achou que estavamos no gozo com a historia do casamento. Essa da apresentacao maravilha falhou-me... ves como me fazes tanta falta...
beijos meu amor

Regi,
Ja pensei nisso. Se estivessemos em Evora, podiam haver algumas situacoes assim parecidas. Mas acho que me comportava de ameira diferente.. e se calhar nao!!
beijos minha querida
 
babe chiqui so falta o meu comentario.
eu conheço-te tão bem amor, tu podias controlar tudo num apice, mas nao foste por aí. achaste bem fazer o filme. lembra-te, mantem os teus amigos perto e os teus inimigos ainda mais perto. o mad é gajo,sem duvida, e tu minha amiga? o q fazias tu? pensa bem e vê la se a tua amiga rodas tem de te fazer um desenho. o que fazias tu na mesma situação? bjs babe, fui.
 
pois eu acho que tu devias comprar um chicote, umas botas de salto e uma fatiota de latex (isto se ainda nao os tiveres) e dizias: hoje ha festa querido MAD! depois e' so descarregares o nervoso, e depois e' so' fazerem as pazes ;)
 
bABE RODES....
voce sabe e muito... como dizia a outra:
"para puta so me faltam as asas"

chego a Portugal dia 30 de Junho. Ligo-te quando chegar, para ver onde e que andas.
bjos e saudades

Donna Mary,
Gostei da sugestao!! Nao, AINDA nao tenho, se calhar e esse o problema... AH, AH
 
Chiqui, chiqui...
TENS TODA A RAZAO.
Eu fumegava e nao era do cachimbo!!
Apresentar-te evitanto dizer A MINHA MULHER???? Porque nao o fez? Pois. Dá porrada no MAD! :) Tou contigo!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

free web counter
Read my VisualDNA Get your own VisualDNA™