sexta-feira, março 30, 2007

 

RAVI SHANKAR e o AMOR


YES!!!
Chegaram hoje os bilhetes para o concerto do magico da citara, o grande, o fantastico Ravi Shankar.
Eu sempre o quis ver, simplesmente adoro este homem.
O meu comeco de namoro com o MAD coincidiu com a compra de 2 CDS novos do Ravi. Muitas vezes quando ele chegava a minha casa ao sabado de manha, eu estava numa de fada-do-lar, enquanto a citara bombava na aparelhagem. Ele torcia o nariz, nao percebia o meu extase que dancava e esfregava o chao, como se nao houvesse amanha. O que eu queria era o chao bem limpo, para a seguir nos esfregarmos os dois la... mas isso sao outras conversas.
Por isso quando vi que o MESTRE ia tocar a Universidade de Berkeley, comprei os bilhetes no mesmo dia, e a seguir disse ao meu esposo:
"MAD, para o mes que vem vamos ver um concerto a Berkeley."
"Quem??"
"O teu preferido. O Ravi Shankar!!"
"Quem??" (os homens as vezes sabem ser repetitivos, como so eles...)
"Aquele, o indiano que eu gosto."
"Ahhhh... Que bom, assim podemos passar o dia em Berkeley, e a seguir ver o concerto."
Digam la se o amor nao e lindo??
Rematei a conversa com um grande beijo, porque para mim o gesto dele foi de amor.
Fingir que esta entusiasmado com o concerto, quando eu sei que ele preferia descascar cebolas a ouvir o MESTRE...

Comments:
Esse Ravi não é o pai da Norah Jones?

(É bacora à Giri?)
 
Nao e bacora nenhuma, senhora Giri. E ele mesmo!!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

free web counter
Read my VisualDNA Get your own VisualDNA™